Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Biotecnologia

O profissional formado em Biotecnologia detém um conhecimento multidisciplinar. Possui uma sólida formação em biologia, química, física, matemática, e informática, ou seja, o graduado irá atuar na interface das ciências exatas x biológicas para inovar e aperfeiçoar produtos e processos para melhoria de vida da população.

O desenvolvimento do conhecimento científico e tecnológico em diferentes áreas tais como: biologia celular, biologia molecular, bioquímica, ecologia, genética, imunologia, informática, e microbiologia, por exemplo, tem proporcionado um grande avanço da Biotecnologia, que vem se mostrando essencial à saúde, à agropecuária, à indústria e ao uso sustentável de recursos naturais.

“A biotecnologia promove impactos em diversos setores industriais por meio de técnicas inovadoras e pela promoção de verdadeira revolução no tratamento de doenças, no uso de novos medicamentos para aplicação humana e animal, na multiplicação e reprodução de espécies vegetais e animais, no desenvolvimento e melhoria de alimentos, na utilização sustentável da biodiversidade, na recuperação e tratamento de resíduos, dentre outras áreas, com potencial crescente de aplicação.” www.mdic.gov.br

A Biotecnologia foi considerada, na Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior – PITCE, como uma das áreas portadoras de futuro. O Decreto nº 6041, de 08 de fevereiro de 2007 instituiu a Política de Desenvolvimento da Biotecnologia.

O campo de atuação do Biotecnologista é bastante vasto, sendo que o profissional está apto a atuar:

  • Em firmas de consultoria, avaliando a viabilidade do desenvolvimento de novos produtos;
  • Em Universidades Públicas e Privadas e em centros de ensino profissionalizante, lecionando e desenvolvendo projetos de pesquisa;
  • Em empresas no desenvolvimento de novos produtos.
22 de setembro de 2014. Visualizações: 1287. Última modificação: 13/01/2015 15:05:32